sexta-feira, 21 de dezembro de 2012

Novas Adequações da Cronologia Graças A Um Novo Herói Na Linha do Tempo

A Cronologia Lógica Marvel tem por premissa organizar as historias da Marvel de forma a apresentar uma evolução e a constante conexão apresentada pelas diversas revistas através dos tempos. Essa linearidade acontece considerando não somente datas de publicação, mas também historias que contam eventos acontecidos em épocas passadas.

Uma diferença que tento manter é quando temos uma história sendo contada em um período, mas com flashback, que obrigatoriamente aconteceu antes. Esses casos geralmente são colocados na época em que acontecem e não na época correspondente ao flashback.



Dito isso, criei um chart com a linha do tempo considerada aqui na CLM para os principais personagens. Me deparei então com uma duvida de quem devo considerar como principais? A linhagem da Marvel é ampla e se todos os heróis fossem colocados nesse chart, ele ficaria mas largo do que longo.

Ainda hoje se consideram 5 grandes linhagens de atuação no Universo Marvel. Sendo assim, resolvi restringir as historias e os personagens que serão acompanhados aqui. Não que vou simplesmente desprezar os personagens do "segundo escalão" da Marvel, mas o foco vai ser nos quatro agrupamentos principais, deixando um em segundo plano. Além dos 5, decidi seguir também uma sexta linha, chamada "Universo Cósmico". Explico melhor mais à frente!



A primeira é a linhagem dos Vingadores, com Thor, Capitão América, Homem de Ferro, Hulk e Homem Formiga. Esses grupo de personagens nas suas respectivas aventuras solo e, consequentemente, suas interações, são um dos pilares da Cronologia Lógica Marvel até esse momento.


O segundo pilar é a linhagem do Homem Aranha. Apesar desse herói não fazer parte de um grupo, ele possui uma riqueza de personagens que lhe permitiu alcançar esse patamar de destaque e é reconhecido como uma franquia enorme, considerando seus relacionamentos e seus inimigos.



O terceiro pilar é constituído pelo pessoal do Quarteto Fantástico. Tamanho é o sucesso desse grupo, principalmente nos anos 60 (período contemplado pela Cronologia Lógica Marvel até esse momento), que suas historias ocupam duas revistas: Strange Tales e a própria Quarteto Fantastico.



Já o quarto pilar é o amplo universo dos mutantes dos X-Men. Rico em personagens, títulos e historias, esse universo é um dos favoritos do público e tem potencial enorme, mas possui muitas historias e é preciso ser analisado com mais atenção, para não se tornar muito amplo e desfocado, sedo considerado um universo à parte. A graça é incluir esses personagens no espectro desse projeto de forma coesa e harmônica.



Antes de apresentar o quinto pilar, vem a grande revolução nesse momento da Cronologia. Para evitar um descolamento das historias dos mutantes, eu achava preciso incluir algum personagem representativamente o suficiente para dar liga entre eles e os demais pilares. E logo me veio a imagem de um herói ainda pouco explorado, já que ele só aparece lá para a década de 70, mas que tem tanta história sobre sua origem, que pode (e deve) ser contemplado nesse projeto agora. E esse cara é Wolverine.



O quinto pilar é o menos relevante nesse ambiente. Entenda-se relevante como sendo uma formação de "carros-chefe". Os chamados Marvel Knights são formados por personagens mais sombrios como o Demolidor (talvez o mais importante deles), além do Justiceiro, do Motoqueiro Fantasma, dentre outros. Esses personagens também serão considerados na cronologia, porém em menor destaque.



O último pilar que considero é o universo cósmico da Marvel. Há sagas excelentes para se explorar e uma prova disso é o sucesso dessa linha no universo cinematográfico dos Marvel Studios, com os Guardiões da Galáxia. Quem ousa desconsiderar a saga da Manopla do Infinito? Logo ela estará por aqui!



Com tudo isso explicado, chegou a hora de incluir também historias de Wolverine. E ele causa uma revolução na Cronologia. Wolverine é um cara que tem mais idade do que parece por causa de seus poderes mutantes. E antes dele se transformar efetivamente em Wolverine, ele era um agente canadense. De acordo com outras fontes da internet, o ritual de transformação acontece em algum momento antes do surgimento do Quarteto Fantástico, em 1962.



Mas não posso considerar esses eventos no chamado Hero Gap. Esse período é para ser algo atemporal, fora da realidade da Terra. Com isso, aproveitei que já tinha algumas revistas nesse período que me incomodavam, e decidi criar na própria Silver Age, o período "Early 60's" com os fatos acontecidos antes do Quarteto Fantástico ser criado (1962) e bem depois das Grandes Guerras da Golden Age.

Vamos ver no que vai dar... Aceito sugestões, criticas e opiniões!

0 comentários :

Postar um comentário

Os comentários são moderados.